Isso é fundamental para que sua empresa cresça. Aqui na Elite incentivamos essa cultura muito forte de “out-teach” (ensinar mais que qualquer outro). É um dos valores que preenchem nosso código de cultura.

Em 10 anos atuando no segmento de software para o ramo de telecom, continuo aprendendo muitas coisas, com meus inúmeros colegas de trabalho, com os parceiros e principalmente com clientes.

Na bagagem, uma somatória de experiências pessoais e profissionais, nacionais e internacionais, boas e ruins que constroem um ativo estratégico.

Esses elementos, me incentivaram a escrever esse texto, com uma síntese de 4 lições valiosas nessa busca pelo sucesso:

1 - Seja grato!

Eu sei que parece repetitivo falar desse assunto; acreditamos que essa prática é algo constante que acontece naturalmente, mas é sobre a ótica que a gratidão nos apresenta que me refiro.

Essa visão diferenciada de enfrentamento das realidades, um olhar que oferece a capacidade de transformar tudo, nos permitindo resultados surpreendentes nas ocasiões mais desfavoráveis e improváveis.

O sucesso passa por essa capacidade de extrair elementos positivos das circunstâncias, possível apenas sob o prisma da gratidão, que não ignora as dificuldades, mas prefere interpretar os fatos de modo mais positivo.

2 - Alto desempenho só é alcançado a partir de times conectados

Conexão que não é mero trabalho em equipe por conta da dinâmica de trabalho, mas sim o reflexo da adesão de todo time aos valores que norteiam as ações da empresa, onde todos são impelidos a atingirem as metas movidos pela certeza de que aquela filosofia produz efeitos reais nos clientes.

É uma “sinergia avançada”, aquela versão 2.0 que molda o mindset, de priorizar entregas de valor e não apenas um serviço.

Ao longo de todos esses anos de EliteSoft, colecionamos cases de absoluto sucesso a nível de satisfação, crescimento, identidade de marca e tantos outros, sem estar obrigatoriamente atrelado a investimentos em marketing.

São provedores que não vendem link, não vendem acesso à internet, eles vendem valores, eles se conectam com o cliente.

3 - Tenha objetivos curtos e importantes

Planejamento vai muito bem, obrigado! Mas ele não foi feito para ficar arquivado e trazido apenas para discussões em reuniões improdutivas. Levantamento de indicadores, taxas e números, dissociados de planos de ação, são apenas formas de consumir energia e tempo dos colaboradores.

Para manter o engajamento e motivação das equipes, vale apostar em pequenas metas, aquelas que podem ser alcançadas a curto prazo, adotar essa didática, permite que os times vejam que os resultados estão sendo atingidos mais rapidamente.

O mundo de telecom é extremamente dinâmico, dançar conforme essa música é requisito básico. Não é saudável apegar-se a objetivos de longo prazo, isso pode frustrar os colaboradores que não veem os resultados dos seus esforços. A palavra de ordem é descomplicar!

Eu me aprofundo nesse assunto, quando falo dos novos modelos de gestão, confere lá.

4 - Trabalhe para reter antes de trabalhar para aumentar

Por via de regra, todas as empresas querem aumentar sua carteira de clientes, trabalhar sua capilaridade, expandir sua abrangência de atuação para reforçar sua marca e elevar sua receita. Pergunta: será que temos condições de suportar esse crescimento sem que isso impacte negativamente as operações atuais da empresa?

Quando se trata de um provedor é mais complexo ainda. Será que tenho link para atender a todos, com o mesmo nível de satisfação de hoje? Se eu vender tudo o que quero, eu consigo instalar em tempo hábil? Meu suporte aguenta se minha carteira crescer? Tenho os materiais necessários para atender? Tenho dinheiro em caixa para crescer? Sim, crescer também requer investimentos!

Procure focar seus esforços em manter sua carteira satisfeita, um cliente na carteira custa 6x menos do que um novo cliente, segundo a Salesforce. Crescer é importante e essencial para se sustentar, mas crescer sem planejamento, pode custar a sobrevivência da empresa.